Você está aqui: Página Inicial / Regimentos e Normas / Normas Redação Dissertação e Tese

Normas Redação Dissertação e Tese

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO *
1 - Papel
Deve ser utilizado papel formato A4 (21,0 cm x 29,7 cm), usando-se somente um lado da folha.
2 - Margens
2.1 - Teses e dissertações com menos de 140 páginas
As margens devem obedecer as seguintes dimensões:
superior: 2,5 cm
inferior: 2,0 cm
lateral direita: 2,0 cm
lateral esquerda: 3,0 cm
Os parágrafos devem ser iniciados a 2,5 cm da margem esquerda.
2.2 - Teses e dissertações com 140 ou mais páginas
As margens devem obedecer as seguintes dimensões:
superior: 2,5 cm
inferior: 2,0 cm
lateral direita: 2,5 cm
lateral esquerda: 2,5 cm
Os parágrafos devem ser iniciados a 2,5 cm da margem esquerda.
3 - Espaçamento
Para o espaçamento entre linhas no texto pode ser utilizado entre 1,0 e 1,5 linhas, a critério do aluno e seu orientador. No caso das referências bibliográficas deve-se utilizar espaçamento simples com alinhamento à esquerda, sem tabulação.
4 - Tipo, estilo e tamanho de letra
O tipo de letra deve ser Arial ou Times New Roman. No texto deve ser usado o estilo simples, reservando-se o negrito para os títulos e subtítulos e o itálico para realce de novos termos ou de termos estrangeiros. O tamanho de letra no texto deve ser 12 (no caso de Arial) ou 14 (no caso de Times New Roman). Os títulos e subtítulos ao longo do texto devem ser de tamanho 2 pontos a mais que o do texto, podendo ser destacados em negrito, se desejado. Todo o texto deve ser impresso em preto; cores somente devem ser usadas em figuras e ilustrações, se conveniente.
5 - Paginação
Todas as páginas pré-textuais devem ser contadas para numeração, desde a página de rosto. A partir da de “Lista de abreviaturas” ou da “Lista de tabelas”, as páginas pré-textuais devem ser numeradas em algarismos romanos em caixa baixa.
Os capítulos devem ser numerados utilizando-se algarismos arábicos, em seqüência crescente, excluindo-se todas as páginas pré-textuais (algumas das quais devem ser numeradas em algarismos romanos -vide seção 10, abaixo). Exemplo Cap. 1 é a pagina 1.....
No caso de teses e dissertações com menos de 140 páginas, a numeração deve estar localizada no canto superior direito, obedecendo a margem.
No caso de teses e dissertações com 140 ou mais páginas, a numeração deve estar localizada no centro superior ou inferior, pois a impressão deverá ser feita frente e verso; além disto, todo capítulo necessariamente deverá se iniciar em página de numeração ímpar (para isto, se necessário, a página anterior à do inicío de capítulo deverá ser deixada em branco).
As páginas de aberturas ou de divisões devem ser contadas, mas não numeradas.
6 - Numeração progressiva
Os capítulos devem ser numerados utilizando-se algarismos arábicos. Suas seções e sub-seções (no máximo até a quinária, vide exemplo abaixo) também devem ser numeradas utilizando-se algarismos arábicos, mas separados apenas por pontos; os títulos das seções e sub-seções devem ser separados da sua numeração por um hífen colocado entre espaços. Os títulos dos capítulos, seções e sub-seções podem ser destacados usando-se recursos como negrito, itálico ou caixa alta. Se houver necessidade de mais de três sub-seções, estas devem ser colocadas como alíneas, em letras minúsculas seguidas de parênteses e subalíneas começadas por hífen colocado sob a primeira letra da alínea. Por exemplo:
1 - Seção primária (capítulo)
1.1 - Seção secundária
1.1.1 - Seção terciária
1.1.1.1 - Seção quaternária
1.1.1.1.1 - Seção quinária
a) Alínea
b) Alínea
- Subalínea 1
- Subalínea 2
c) Alínea
2.1 - Seção secundária
etc.
7 - Figuras e tabelas
As figuras e tabelas devem ser numeradas em ordem crescente (por ordem de inserção no texto) em algarismos arábicos, precedidos do número do capítulo em que se encontram. Na legenda, que deve ser auto-explicativa, a expressão “figura” ou “tabela” deve estar em caixa alta, sem uso de itálico ou negrito. Ex.:
FIGURA 1.9 - Variação da concentração de...
ou
FIGURA 3.1 - Aspecto da amostra após....
ou
TABELA 1.3 - Valores obtidos para....
ou
TABELA 4.2 - Composição média das amostras...
8 - Citações de referências bibliográficas
No texto, as chamadas das citações podem ser feitas por um de dois sistemas possíveis: alfabético ou por numeração progressiva; o modo como as referências bibliográficas serão arranjadas no final do trabalho depende do sistema escolhido. As referências bibliográficas devem, necessariamente, ser organizadas para a dissertação ou tese como um todo e não por capítulos.
8.1 - Sistema alfabético
As citações no texto da dissertação ou tese devem ser feitas pelo(s) sobrenome(s) do(s) autor(es), em caixa alta. Ex.:
- Segundo MORAIS (1995), a presença de …
ou
- Em recente debate (BARBOSA, 1995) foi assinalada
a importância …
Quando houver coincidência de sobrenomes e datas, os prenomes devem servir como diferenciadores. Ex.:
(SILVA, L., 1989) e (SILVA, A., 1989)
Quando ocorrer citação de documentos do mesmo autor, publicados no mesmo ano, deve-se acrescentar, para distinguí-los, letras minúsculas do alfabeto logo após a data, sem espaço. Ex.:
(BARBOSA, 1994a) e (BARBOSA, 1994b)
A citação de uma citação de outro autor é indicada pelo sobrenome do autor original, seguido da expressão apud ou citado por e do nome do autor citado (autor da obra consultada). Ex.:
MATOS, citado por BARBOSA (1994b), foi
quem...
Na citação de obras com dois autores, ambos devem ser mencionados, na ordem em que aparecem no documento. Para obras com três autores ou mais, a entrada é dada pelo sobrenome do primeiro autor, seguido da abreviatura et al . (da expressão latina et alii -e outros), em letras minúsculas, sem utilizar negrito ou itálico. Ex.:
Segundo ELIEL e WILEN (1994)...
ou
Segundo VIEIRA et al. (1996)
ou
Esta metodologia (ROCHA e NÓBREGA, 1996b) foi empregada...
ou
Mais tarde (SINOTI et al ., 1996) isto foi...
8.2 - Sistema de numeração progressiva
As citações no texto da dissertação ou tese devem ser feitas ou pelo(s) sobrenome(s) do(s) autor(es) acompanhado(s) de seu número de referência, ou diretamente por seu número de referência; o número de referência deve ser colocado na forma sobrescrita. Todo documento citado deve estar associado a um, e somente um, número. Ex.:
- Segundo MORAIS 1 , a presença de …
ou
- Em recente debate 34 foi assinalada a importância …
A citação de uma citação de outro autor é indicada pelo sobrenome do autor original, seguido da expressão apud ou citado por e do nome do autor citado (autor da obra consultada). Ex.:
MATOS 21 , citado por BARBOSA 22 , foi quem...
Na citação de obras com dois autores, ambos devem ser mencionados, na ordem em que aparecem no documento. Para obras com três autores ou mais, a entrada é dada pelo sobrenome do primeiro autor, seguido da abreviatura et al. (da expressão latina et alii -e outros), em letras minúsculas, sem utilizar negrito ou itálico. Ex.:
Segundo ELIEL e WILEN 52 ...
ou
Segundo VIEIRA et al. 65
ou
Esta metodologia 15 foi empregada...
ou
Mais tarde 64 isto foi...
9 - Anexos/apêndices
São elementos opcionais que não são parte integrante do texto. Aparecem indicados no sumário sem numeração, sem especificação do conteúdo e paginados sequencialmente. Os apêndices são de autoria do próprio pesquisador, enquanto os anexos são dados extraídos de outras fontes.
10 - Páginas pré-textuais
ATENÇÃO: estas páginas devem ser colocadas na ordem em que são discutidas a seguir e devem ser numeradas ou não, conforme indicado em cada caso, usando-se algarismos romanos.
 
10.1 - Folha de rosto
Deve conter nome da instituição, do centro, do departamento, do programa de pós-graduação, título da dissertação ou tese e indicações complementares), nome do aluno, nome do orientador e co-orientador (se houver), e o local e ano. Exemplos de como esta página deve ser diagramada estão em anexo. Esta é a página i, mas não deve ser numerada.
10.2 - Verso da folha de rosto (ficha catalográfica opcional) 
Opcional; Deve conter a ficha catalográfica, elaborada com o auxílio de um bibliotecário da Biblioteca Central da UFSCar. Esta é a página ii, mas não deve ser numerada.
10.3 - Folha de aprovação
Será fornecida pela coordenação, a pedido do(a) aluno(a), após a defesa da dissertação ou tese. Contém as assinaturas dos membros da comissão examinadora que julgou a dissertação ou tese. Esta é a página iii, mas não deve ser numerada.
10.4 - Folha(s) de dedicatória e/ou citação
Espaço opcional, reservado para o autor homenagear pessoas em particular ou fazer citações de pensamentos filosóficos que retratem o espírito de seu trabalho ou de sua filosofia de vida. Esta(s) página(s) devem ser contada(s), mas não numerada(s).
10.5 - Folha(s) de agradecimentos
Agradecimentos devem ser feitos em forma de lista, devendo o autor evitar muitas citações nominais para não omitir, por um lapso, pessoas e instituições que também colaboraram na realização de seu trabalho. Esta(s) página(s) devem ser contada(s),
mas não numerada(s).
10.6 - Lista de abreviaturas
Opcional; se no texto da tese ou dissertação são usadas muitas abreviaturas, convém organizar uma lista das mesmas, em ordem alfabética, primeiro do alfabeto latino, seguido do grego. A partir dessa página deve ser incluída numeração de página (em algarismos romanos em caixa baixa).
10.7 - Lista de tabelas
Deve conter uma listagem das tabelas contidas no texto do trabalho, relacionadas na ordem em que aparecem no texto, e remetendo para as correspondentes páginas. Não esquecer de numerar as páginas, em algarismos romanos em caixa baixa.
10.8 - Lista de figuras
Deve conter uma listagem das figuras contidas no texto do trabalho, relacionadas na ordem em que aparecem no texto, e remetendo para as correspondentes páginas. Não esquecer de numerar as páginas, em algarismos romanos em caixa baixa.
 
10.9 - Resumo/abstract
É a apresentação concisa dos pontos relevantes da dissertação ou tese. Deve ser redigido em um único parágrafo, iniciando com o título da dissertaçào ou tese, todo em maiúsculas, e deve conter até 500 palavras . Não esquecer de numerar as páginas, em algarismos romanos em caixa baixa.
ATENÇÃO: Uma cópia em disquete do resumo/abstract deve ser entregue na Secretaria do PPG-Q junto com a versão final da dissertação ou tese.
10.10 - Sumário
É comum confundir sumário com o índice, que é a relação alfabética dos assuntos, autorias etc., colocado ao final de um documento (comum em livros, mas não utilizado em dissertações e teses). O sumário deve remeter para a página inicial de cada divisão e subdivisões, em algarismos arábicos, ligados por linhas pontilhadas (vide modelo). Deve ser utilizada numeração progressiva das divisões e subdivisões do texto em algarismos arábicos (as páginas pré-textuais não devem ser incluídas no sumário). Não esquecer de numerar as páginas correspondentes (em algarismos romanos em caixa baixa).
11 - Capítulos
Os diferentes capítulos devem ser organizados de modo a situar o trabalho no contexto da literatura, a enunciar o objetivo do trabalho, a descrever métodos, reagentes, procedimentos e equipamentos utilizados, a relatar os resultados obtidos, situando-os e comparando-os com outros já relatados na literatura, e, finalmente, a enunciar as principais conclusões a que se chegou com o desenvolvimento do trabalho; se adequado, também pode ser incluído um último capítulo contendo sugestões para futuros trabalhos. Internamente, cada capítulo deve estar organizado em seções e sub-seções, obedecendo-se ao recomendado nestas Normas. Exceto no abstract, deve ser usada língua portuguesa na redação.
12 - Referências bibliográficas
Devem ser citadas utilizando um dos dois sistemas possíveis: ordem alfabética ou por ordem numérica, todas em uma seção ao final do trabalho, após o capítulo "Conclusões" (ou de “Sugestões para Futuros trabalhos”, se houver) e antes do(s) apêndice(s) e/ou anexo(s), se houver. Neste caso, o espaçamento deve ser simples e o alinhamento à esquerda.
12.1 - Ordem alfabética
As citações feitas no texto devem ser listadas em rigorosa ordem alfabética, sem qualquer numeração seqüencial. Se um mesmo autor é citado mais de uma vez, o que determina a ordem de entrada é o ano de publicação, em ordem crescente. Se mais de um trabalho de um autor publicados num mesmo ano são citados, o que determina a ordem é a ordem de citação no texto do documento, devendo ser identificados pelo ano, seguidos de letras, em ordem alfabética.
Todos os autores de cada trabalho devem ser enumerados (apesar de, no texto, isto não ser verdade para trabalhos com mais de dois autores). A seguir são dados alguns exemplos de estilo de citação recomendado para diferentes tipos de documentos.
Monografia:
SHRIVER, D. F.; ATKINS, P. W. & LANGFORD, C. H. Inorganic Chemistry. 2a ed. Oxford, Oxford University Press, 1994. p. 133
MYSELS, K. J. The Formation and Properties of Precipitates. Nova Iorque, Interscience, 1979. cap. 3.
[Note que as letras iniciais das palavras do título são maiúsculas.]
Capítulo de monografia:
TAYLOR, D. R. "Is there a rational basis for selection and/or design of chiral stationary phases for high performance liquid chromatography?". IN: Recent Advances in Chiral Separations. STEVENSON, D. & WILSON, I. D. (Eds.). Nova Iorque, Plenum Press, 1991. p. 5-14.
[Note que o título do capítulo é escrito em letras minúsculas, sendo que as letras iniciais das palavras do título da monografia são maiúsculas.]
Tese ou dissertação:
OLIVEIRA, C. L. F. de. Estudo e Crescimento de Filmes de Passivação Utilizando a Espectroscopia de Impedância Eletroquímica. São Carlos, Programa de Pós-Graduação em Química - UFSCar, 1994. Tese de doutorado, 124 p.
BENEDETTI FILHO, E. Uso do Eletrodo de Vidro em Balanços de Massa Envolvendo Íons Hidrogênio. São Carlos, Programa de Pós-Graduação em Química - UFSCar, 1997. Dissertação de mestrado, 99 p.
[Note que as letras iniciais das palavras do título são maiúsculas.]
Artigo em periódico (deve ser incluído o título do artigo):
SINOTI, A. L. L.; POLITI, J. R. S. & FREITAS, L. C. G. “Monte Carlo simulation of water-pyridine mixtures”. J. Braz. Chem. Soc ., 7 : 133, 1996.
VIEIRA, I. J. C.; LIÃO, L. M.; VELOZO, E. S.; DAVID, V.; VIEIRA, P. C.; SILVA, M. F. G. F. da; FERNANDES, J. B. & RODRIGUES FILHO, E. “Isolamento de produtos naturais por cromatografia de gotas em contracorrente”. Quim. Nova , 19 (1): 21, 1996.
[Note que as letras iniciais das palavras do título são minúsculas, exceto quando nome próprio. Por outro lado, note que o volume da revista deve estar em negrito; porém, se o volume estiver acompanhado do número da revista, este não deverá estar em negrito.]
Trabalho em anais de evento científico (deve ser incluído o título do trabalho):
OLIVEIRA, J. J. S.; FARIA, R. M.; RÚVOLO FILHO, A. C; PINHEIRO, W.; OLIVEIRA, R. B. L.; CARON, L. E.; DIRANI, E. A. T. & FONSECA, F. J. “Cabos pré-reunidos de média tensão. Comportamento termo-elétrico”. Anais do V Seminário de Materiais no Setor Elétrico (V SEMEL) . Curitiba - PR, 1996. vol. 1, p. 172-178.
[Note que as letras iniciais das palavras do título do trabalho são minúsculas.]
Resumo em livro de resumos de evento científico (deve ser incluído o título do resumo):
MARQUES, C. M. P.; MCCARTHY, T. J. &SACHTLER, W. M. H. “Methylcyclopentane conversion catalysis by zeolite encaged ruthenium clusters”. Livro de Resumos da 19a Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química. Poços de Caldas - MG, 1996. Resumo CT-06.
GIGLIOTI, M.; BULHÕES, L. O. S. & PEREIRA, E. C. “Estudo do comportamento eletroquímico do poli-ácido-3-tiofenoacético em meio aquoso e não aquoso”. Livro de Resumos do X Simpósio Brasileiro de Eletroquímica e Eletroanalítica. São Carlos - SP, 1996. p. 441-443.
[Note que as letras iniciais das palavras do título do trabalho são minúsculas.]
12.2 - Ordem numérica
As citações feitas no texto devem ser listadas em ordem numérica crescente. Esta ordem numérica deve obedecer, rigorosamente, a ordem de aparecimento das citações no texto, ou seja, a ordem em que os documentos foram citados no texto da dissertação ou tese. Todos os autores de cada trabalho devem ser enumerados (apesar de, no texto, isto não ser verdade para trabalhos com mais de dois autores). A seguir são dados alguns exemplos de estilo de citação recomendado para diferentes tipos de documentos.
Monografia:
1. SHRIVER, D. F.; ATKINS, P. W. & LANGFORD, C. H. Inorganic Chemistry . 2a ed. Oxford, Oxford University Press, 1994. p. 133
2. MYSELS, K. J. The Formation and Properties of Precipitates. Nova Iorque, Interscience, 1979. cap. 3. 
[Note que as letras iniciais das palavras do título são maiúsculas.]
Capítulo de monografia:
7. TAYLOR, D. R. "Is there a rational basis for selection and/or design of chiral stationary phases for high performance liquid chromatography?". IN: Recent Advances in Chiral Separations. STEVENSON, D. & WILSON, I. D. (Eds.). Nova Iorque, Plenum Press, 1991. p. 5-14.
[Note que o título do capítulo é escrito em letras minúsculas, sendo que as letras iniciais das palavras do título da monografia são maiúsculas.]
Tese ou dissertação:
55. OLIVEIRA, C. L. F. de. Estudo e Crescimento de Filmes de Passivação Utilizando a Espectroscopia de Impedância Eletroquímica . São Carlos, Programa de Pós-Graduação em Química - UFSCar, 1994. Tese de doutorado, 124 p.
56. BENEDETTI FILHO, E. Uso do Eletrodo de Vidro em Balanços de Massa Envolvendo Íons Hidrogênio. São Carlos, Programa de Pós-Graduação em Química - UFSCar, 1997. Dissertação de mestrado, 99 p.
[Note que as letras iniciais das palavras do título são maiúsculas.]
Artigo em periódico (deve ser incluído o título do artigo):
64. SINOTI, A. L. L.; POLITI, J. R. S. & FREITAS, L. C. G. “Monte Carlo simulation of water-pyridine mixtures”. J. Braz. Chem. Soc . ,7 : 133, 1996.
65. VIEIRA, I. J. C.; LIÃO, L. M.; VELOZO, E. S.; DAVID, V.; VIEIRA, P. C.; SILVA, M. F. G. F. da; FERNANDES, J. B. & RODRIGUES FILHO, E.  “Isolamento de produtos naturais por cromatografia de gotas em contracorrente”. Quim. Nova , 19 (1): 21, 1996.
[Note que as letras iniciais das palavras do título são minúsculas, exceto quando nome próprio. Por outro lado, note que o volume da revista deve estar em negrito; porém, se o volume estiver acompanhado do número da revista, este não deverá estar em negrito.]
Trabalho em anais de evento científico (deve ser incluído o título do trabalho):
77. OLIVEIRA, J. J. S.; FARIA, R. M.; RÚVOLO FILHO, A. C; PINHEIRO, W.; OLIVEIRA, R. B. L.; CARON, L. E.; DIRANI, E. A. T. & FONSECA, F. J. “Cabos pré-reunidos de média tensão. Comportamento termo-elétrico”. Anais do V Seminário de Materiais no Setor Elétrico (V SEMEL). Curitiba - PR, 1996. vol. 1, p. 172-178.
[Note que as letras iniciais das palavras do título do trabalho são minúsculas.]
Resumo em livro de resumos de evento científico (deve ser incluído o título do resumo):
99. MARQUES, C. M. P.; MCCARTHY, T. J.& SACHTLER, W. M. H. “Methylcyclopentane conversion catalysis by zeolite encaged ruthenium clusters”. Livro de Resumos da 19a Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Química. Poços de Caldas - MG, 1996. Resumo CT-06.
100. GIGLIOTI, M.; BULHÕES, L. O. S. & PEREIRA, E. C. “Estudo do comportamento eletroquímico do poli-ácido-3-tiofenoacético em meio aquoso e não aquoso”. Livro de Resumos do X Simpósio Brasileiro de Eletroquímica e Eletroanalítica. São Carlos - SP, 1996. p. 441-443.
[Note que as letras iniciais das palavras do título do trabalho são minúsculas.]
PPGQ
« Agosto 2020 »
Agosto
DoSeTeQuQuSeSa
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031