Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Chamada para inscrição em bolsa do Programa de Estágio no Exterior - PDSE/CAPES.

Chamada para inscrição em bolsa do Programa de Estágio no Exterior - PDSE/CAPES.

- período de inscrição: de 14 de dezembro de 2017 a 19 de janeiro de 2018 - local: Secretaria do PPGQ
Chamada para inscrição em bolsa  do Programa de Estágio no Exterior - PDSE/CAPES.

- período de inscrição: de 14 de dezembro de 2017 a 19 de janeiro de 2018
- local: Secretaria do PPGQ
 
Serão disponibilizadas duas bolsas de seis meses cada.
O resultado da seleção será divulgado no dia 26 de janeiro.
 


 Para a inscrição deverá ser apresentada toda a documentação exigida pelo PPGQ e pela CAPES, conforme descrito abaixo:

Documentos e requisitos para inscrição junto ao PPGQ
 
- o projeto deve ter duração de no máximo seis (06) meses de duração;

- o aluno deverá:
a) ter integralizado os créditos em disciplina
b) ter sido aprovado em exame de qualificação
c) ter a pontuação exigida de proficiência no idioma do país de destino, conforme exigido no item 8.5.6 do edital da CAPES

d) possuir registro ORCiD (Open Researcher and Contributor ID), conforme exigido no item 4.1.1.11

- a data de retorno do estágio não poderá ser superior a data em que ele completa 42 meses como aluno regularmente matriculado no PPGQ (item 4.1.1.7 do edital);
- deve apresentar um plano de pesquisa de no máximo 15 páginas, conforme exigido no item 4.2.1.5 e 5.3.3.9;
- cartas do orientador brasileiro, do coorientador no Exterior e currículo resumido deste, conforme itens 5.3.3.3, 5.3.3.4 e 5.3.3.5;
 
- do orientador brasileiro é exigido que demonstre interação e relacionamento técnico-científico com o coorientador no Exterior, conforme item 4.4.1.4.

Documentos exigidos para inscrição junto a CAPES

I- Formulário específico de inscrição para doutorado sanduíche no exterior preenchido integralmente;
II- Currículo Lattes atualizado;
III- Carta do (a) orientador (a) brasileiro (a), devidamente assinada e em papel timbrado da instituição de origem, com a previsão da defesa da tese, justificando a necessidade do estágio e demonstrando interação técnico-científica com o coorientador no exterior para o desenvolvimento das atividades propostas;
IV- Carta do coorientador no exterior, devidamente datada e assinada e em papel timbrado da instituição, aprovando o plano de pesquisa com a identificação do título do projeto e informando o mês/ano de início e término do estágio no exterior, de forma a se compatibilizar com o prazo definido pela IES brasileira;
V- Currículo resumido do (a) coorientador (a) no exterior, o qual deve ter produção científica e/ou tecnológica compatível e a titulação mínima de doutorado;
VI- Histórico escolar do doutorado em andamento ou exame de qualificação
VII- Cópia do RG se brasileiro ou visto permanente no Brasil se estrangeiro;
VIII- Termo de Seleção de Candidatura ao PDSE, conforme modelo disponível na página do Programa, devidamente preenchido e assinado;
IX- Plano de estudos, em português, com no máximo 15 páginas, com cronograma do plano de atividades, incluindo a infra-estrutura experimental ou laboratorial específica. Deve seguir as normas da ABNT e conter obrigatoriamente os itens abaixo:
 i. título;
 ii. introdução e justificativa, apresentando a atualidade e relevância do tema;
 iii. objetivos, com definição e delimitação clara do objeto de estudo;
 iv. metodologia a ser empregada;
 v. cronograma das atividades;
 vi. contribuição do plano de estudos para a promoção do ensino, formação e aprendizagem, quando o caso;
 vii. potencial para o aumento da rede de pesquisa e educação, com novas técnicas e parcerias, além de ampla divulgação dos resultados, quando o caso;
 viii. relevância para o desenvolvimento científico e tecnológico da área no Brasil no médio e longo prazos;
ix. relevância para o desenvolvimento econômico e de bem estar social do Brasil no médio e longo prazos, quando o caso;
 x. se o plano de estudos prevê/atende às normativas éticas nacionais e internacionais, quando relevante;
 xi. justificativa para a escolha da IES de destino e coorientador no Exterior;
xii. referências bibliográficas.
 
As informações prestadas são de inteira responsabilidade do candidato, podendo a Capes excluí-lo da seleção se a documentação requerida for apresentada com dados parciais, incorretos ou inconsistentes em qualquer fase do processo seletivo, ou ainda fora dos prazos determinados, bem como se constatado posteriormente serem aquelas informações inverídicas.

A carta do orientador brasileiro deve informar o prazo regulamentar do aluno para defesa da tese, bem como a compatibilidade dos créditos já obtidos no doutorado com a perspectiva de conclusão em tempo hábil, após a realização do estágio no exterior.


NÃO SERÃO ACEITAS INSCRIÇÕES INCOMPLETAS.

A seleção será feita por uma Comissão nomeada pelo conselho do PPGQ.


maiores informações:
 


Recomendamos que leiam atentamente o edital, que traz algumas alterações e inclusões de itens.
 
 
A Coordenação